Academiæ

"Me disseram que pensar era ingênuo, e daí? Nossa geração não quer pensar. Pois que pense, a que há de vir."

Mulheres de resPeito!

Rsrsrsrss foi mal, não resisti a tentação ^^'

Depois de um inercia de quase meio século as mulheres voltaram a mostrar força, levadas a expor sua opinião após a declaração escandalosa de um policial norte-americano numa palestra, ele disse: “-women should stop wearing clothing to avoid rape slut. (as mulheres deveriam parar de usar roupas de vadias (ou slut, em inglês) para evitar estupros).”

Marcha das Vadias - Brasília

As palavras que geraram indignação, não só de mulheres mas também de ONGs e partidos políticos no mundo todo. Para rebater, criticar e satirizar as palavras do oficial, mulheres do mundo todo fizeram a Marcha das Vadias (em inglês: Slutwalk) iniciou-se em 3 de abril de 2011 em Toronto no Canadá e desde então tornou-se um movimento internacional realizado por diversas pessoas em todo o mundo. A Marcha das Vadias protesta contra a crença de que as mulheres que são vítimas de estupro (ou de violência domestica, também conhecida como violência silenciosa) pediram isso devido as suas vestimentas. As mulheres durante a marcha usam roupas provocantes: como blusinhas transparentes, lingerie, saias, salto alto ou apenas o sutiã.

Nem todo repórter se interessa rsrsrsss

Embora a movimentação tenha fundamento e necessidade, parece que desta vez elas estão fazendo o contrario da década de 60, quando influencias pelos livros e ensaios filosóficos de Simone de Beauvoir mulheres de vários países, sobre tudo europeus e americanos, se reunião nas esquinas para queimar seus próprios sutiãs (simbólicos, mas esquisito ^^).

Não faltam um que goste desse ângulo ^^ (falando sério, fica ruim de acreditar no letreiro)

Seja como for as mulheres tem demonstrado cada vez mais atitude em movimentações e protestos (para os bem humorados uma sugestão, leiam o texto O Dias em Que As Mulheres Dominaram o Mundo).

Sou uma vadia. Algum problema? (Não que isso, sem problema adorei a mascara).

Opinião Pessoal:
– Particularmente ainda sou machista em certos pontos (que cá entre nós, não há como não ser), porem, acho de todos os crimes e atrocidades que o ser humano é capaz de cometer, a violência sexual (estupro, pedofilia, entre outros), a agressão à idosos e crianças, e qualquer forma de atentado à vida, IMPERDOÁVEL. Sou plenamente a favor de medidas radicais para a prevenção e intimidação contra os praticantes de tais atos, como o Projeto de Lei SF nº 552/07  (Recentemente o Senador Gerson Camata (PMDB-ES) propôs o Projeto de Lei do Senado Federal n. 552/07, o qual, segundo sua ementa, visa acrescentar o art. 216-B ao Código Penal Brasileiro, cominando pena de castração química ao autor dos crimes tipificados nos artigos 213, 214, 218 e 224, todos do diploma repressivo substantivo (respectivamente estupro, atentado violento ao pudor, corrupção de menores), quando considerado pedófilo ou plenamente culpado de violência sexual em qualquer enquadramento). Ou Pena de Morte para os incontestavelmente culpados em casos hediondos. Se fosse no mundo de Harry Potter, diria que esses são OS ATOS IMPERDOAVEIS, só lamento não termos uma Askaban para os nossos criminosos.

Navegação de Post Único

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: