Academiæ

"Me disseram que pensar era ingênuo, e daí? Nossa geração não quer pensar. Pois que pense, a que há de vir."

Unbreakable – Corpo Fechado

Muito bom, surpreendente feito de M. Night Shyamalan.

Dizem que quem avisa amigo é, então se você já começou a ler esse post sem antes ter assistido o filme pare e vá até a locadora mais próxima (ou faça o download dele se sua net for boa ^^) e depois volte e diga o que achou.

A proposta foi interessante: filmar uma história em quadrinhos, com seus respectivos personagens fantásticos, como um drama realista (conflitos domésticos). A idéia era criar um contraste violento – mas nada óbvio, já que isso só é percebido lentamente, entre a narrativa tradicional de uma HQ, com muita ação e ritmo alucinante, e o que efetivamente está na tela, um lento e sombrio deslocamento dos personagens rumo à sua verdade existencial reveladora. Verdade que, engenhosamente, também só será descoberta pelo espectador no fim. E estou até agora revendo o filme em meus pensamentos. Puxa! Finalmente fizeram um filme que trata os quadrinhos com o respeito que nós amantes dos bons e velhos gibis podemos assistir sem medo (já era tempo né?!) Atente para todos os detalhes do filme: música, informações, atuação, desenrolar. Do começo ao fim, o filme é perfeito, destaque para a primeira “missão” do Sentinela.

Sinopse:

atuação brilhante desse dois, melhor que em Duro de Matar 2

David Dunn, é o único sobrevivente de um terrível acidente de trem, dias depois de seu acidente ele é procurado pelo estranho Elijah Price, que tenta convencê-lo que ele é como atributos e capacidades além de um homem comum.

Enredo (Primeira Parte):

Elijah Price (interpretado por Samuel L. Jackson) nasce com o tipo 1 da Osteogênese Imperfeita, popularmente conhecida como Osso de Vidro uma doença rara na qual os ossos se quebram facilmente. Durante suas muitas estadias no hospital onde seu único passatempo era ler histórias em quadrinhos, Price teoriza, que se ele é frágil, deve existir alguém que é o seu oposto, alguém “inquebrável”.

Anos mais tarde, o guarda de segurança, David Dunn (atuação de Bruce Willis), também está procurando significado na sua vida. Há muitos anos, ele desistiu de uma promissora carreira de futebol americano para se casar com seu grande amor, Audrey (Robin Wright Penn), depois que se envolveram em um acidente de carro. No entanto seu casamento esta se dissolvendo, para a angústia de seu jovem filho, Joseph (Spencer Treat Clark). Retornando de uma entrevista de emprego em Nova York, David e o único sobrevivente de um terrível acidente de trem que mata 131 pessoas, é um detalhe: David não sofre nem um arranhão. David é contactado pelo já adulto, Elijah, que apresenta a teoria de que David pode ser um tipo de super-herói igual aos das revistas em quadrinhos.

Um heroi possível. Melhor que Kick-Ass.

SOBE AS MINHAS LENTES:

Em Unbreakable (Corpo Fechado é o titulo de lançamento no Brasil, convenhamos que mais uma vez os tradutores fizeram um serviço porco com essa tradução) o diretor e roteirista M. Night Shyamalan, fez um trabalho incrível, a figura do herói e do vilão aqui foram tão bem elaboradas que nos leva pensar “O que é ser um herói?”, o personagem de Bruce Willis é muito forte, mas não veremos ele empilhando carros ou fazendo malabarismo com caminhões. Continuando a análise – dos visuais exuberantes e enredos ridículos; é notório que o mercado de HQs sofreu um declínio pesado. De certa forma, essa crise nada mais é do que um sintoma; um sinal de doença em uma sociedade onde a criatividade e a imaginação, quando não vem mastigada e pronta, é posta de lado. O filme tem como tema principal um dos aspectos da chamada mitologia dos super-heróis dos quadrinhos ou seja, a de que todo herói deve possuir um arqui-inimigo, que geralmente se torna um super-vilão em função das ações de seu futuro antagonista. O Lex Luthor original se torna um vilão depois de um acidente com o Super-Homem; os inimigos insanos do Batman assumiriam suas fantasias e personalidades malignas inspirados pelo surgimento do herói e assim por diante.

Navegação de Post Único

2 opiniões sobre “Unbreakable – Corpo Fechado

  1. Amo esse filme, então sou meio suspeita de falar, hehe. O personagem de Bruce Willis é um super-homem de verdade, de carne e osso. Diferente dos super-heróis, embora com superpoderes, ele é apenas um cara normal que nunca se deu conta que era unbreakable. Eu sempre me arrepio na cena que ele sai pelo corredor do hospital e as pessoas ficam olhando pra ele, a sensação é indescritível.

    P. S. Esse é cult!!

    • Obrigado pela sugestão dele Bruna, ele sem dúvida ganhou um lugar na lista dos meus favoritos.
      Para mim a cena mais empolgante é quando ele sai da piscina, caramba a trilha sonora nesse momento vale um oscar.
      Valeu Bruna, gostei mesmo! 😉

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: