Academiæ

"Me disseram que pensar era ingênuo, e daí? Nossa geração não quer pensar. Pois que pense, a que há de vir."

Arquivo para a tag “Filosofia”

Celebridades e outros famosos formados em Filosofia

Resolvi pesquisar e saber quantas celebridades, famosos e pessoas de destaque cursaram FILOSOFIA, e olha só quem (E QUANTOS) eu encontrei:
No Brasil:

O humorista cearense Bené Barbosa (Papudim)
A atriz Cláudia Abreu se formou em Filosofia em 2008
Marcos Mion se formou em Filosofia em nada mais nada menos que na USP!

Lá fora, a lista é grande!

01) Wes Anderson, diretor e cineasta Rushmore, The Tennenbaums Real.
02) Kristin M. Baker, primeira mulher comandante da brigada, em West Point.
03) William John Bennett, ex-secretário de Educação, chefe da Guerra às Drogas.
04) Bernardin. Saudoso Cardeal de Chicago.
05) Stephen Breyer, Juíza Adjunta do Supremo Tribunal.
06) Patrick Joseph Buchanan, político.
07) Pearl Buck, escritora, ativista, vencedora do Prêmio Pulitzer (1932) e Prêmio Nobel de Literatura (1937), para crianças Amer-asiático.
08) Stokely Carmichael / Kwame Ture, Civil líder Direitos.
09) Mary Higgins Clark, escritora.
10) Ethan Coen, o cineasta.
11) Angela Davis, – ativista social e filósofo político
12) Arthur P. Davis, Africano escritor norte-americano e educador.
13) Jules Debray, escritor e funcionário do governo, França.
14) Umberto Eco, escritor, semiólogo.
15) Mircea Eliade, Estudos Religiosos .
16) Carly Fiorina, CEO da Hewlett Packard.
17) Ken Follett, autor.
18) Michael Frayn, dramaturgo (Copenhagen) e romancista
19) Northrup Frye, Inglês estudioso e crítico literário
20) Martin Gardner, autor, ensaísta.
21) Philip Glass, compositor.
22) Rudi Giuliani, ex-prefeito de Nova York, Consultor de Segurança Urbana.
23) Rebecca Goldstein, romancista e ganhador do Prêmio MacArthur.
24) Carol Heckman, primeira mulher juiz dos EUA no Distrito ocidental.
25) Christy Haubegger, Editor de LATINA, Entrepreneur.
26) Gertrude Himmelfarb, Historiador.
27) Carl C. Icahn, atacante de empresas e proprietário da TWA.
28) Phil Jackson, treinador da NBA, ex-Chicago Bulls, agora do LA Lakers.
29) Thomas Jefferson, presidente dos EUA.
30) Charles Johnson, escritor americano Africano.
31) Aung San Suu Kyi, activista dos Direitos Humanos, Prêmio Nobel da Paz.
32) Bruce Lee, especialista em artes marciais e ator.
33) Claude Lanzmann, cineasta.
34) Michael Lerner, o rabino, Editor / Editora Revista Tikkun.
35) Ira Levin, autor.
36) Terence Malick, cineasta.
37) Robert Motherwell, pintor.
38) Iris Murdoch, romancista.
39) Lachlan Murdoch, filho de Rupert Murdoch, magnata da mídia. Nova gerente de mídia.
40) Robert Musil. Romancista austríaco.
41) Robert McNamara, ex-secretário de Defesa e Chefe do Banco Mundial.
42) Deepa Mehta, diretor indo-canadense.
43) Bob Moses, ativista dos direitos civis, Fundador do Projeto Álgebra.
44) Michael Murphy, co-fundador do Instituto Esalen.
45) Barnett Newman, do artista (pintor).
46) Marsha Norman, dramaturgo e vencedor do Prêmio Pulitzer
47) Madelyn Murray O’Hair, famoso crítico.
48) Freeman Patterson, Fotógrafo, autor de A Arte de Ver .
49) O Papa João Paulo II.
50) Stone Phillips, empresa de radiodifusão.
51) Chaim Potok, romancista.
52) Steve Reich, compositor.
53) Richard Riordan, político – Ex republicano prefeito de Los Angeles.
54) Patricia Rozema, escritor, diretor e cineasta (eu ouvi o canto das sereias e Mansfield Park).
55) Meyer Schapiro, crítico de arte.
56) Albert Shanker, ex-chefe do Sindicato dos Professores de Nova York.
57) Fiona Shaw, atriz.
58) Wallace Shawn, dramaturgo e ator.
59) John Silver, ex-presidente da Universidade de Boston e candidato a governador de Massachusetts
60) Gene Siskel, crítico de cinema
61) Jeff Smith, apresentadora de TV, o Frugal Gourmet.
62) Susan Sontag, escritora.
63) George Soros, gerente Financeiro e dinheiro
64) David Souter, juiz da Suprema Corte.
65) Michael P. Spense, Economista e Prêmio Nobel da Economia 2001
66) Steve Thomas, o Host para programa de TV, esta antiga casa.
67) Alex Trebek, Host para programa de TV, Jeopardy.
68) David Foster Wallace, escritor.
69) Juan Williams, apresentador NPR “Talk of the Nation”, wrier, jornalista (Washington Post).
70) C. Vann Woodward, Historiador.
71) Rodney Yee, professor de yoga.
72) Dr. Stephen Younger, Diretor do Departamento de Redução de EUA de Defesa Ameaça Agência, que foi criado em resposta a 9/11.
73) Moisés Znaimer, produtor canadense de mídia, Executivo, Proprietário da TV CIDADE, música, entre outras coias. (Toronto, Canadá)
74) Patricia Aburdene, jornalista de negócios, palestrante internacional e autor best-seller. Com John Naisbitt, ela co-autora do best seller número um Megatrends 2000, NYT melhor lista vendedores por dois ano.

Anúncios

Um Passo à Frente

Esse será um passo importante para a criação de uma massa crítica e consciente em um país que aceita emissoras e políticas tão alienadoras.

Os que me conhecem há muito tempo sabem que sempre tive minhas próprias ideias de como a Escola, sobre tudo a Educação deveria ser conduzida. Pessoalmente me vejo como um resultado vivo das teorias de um dos mais brilhantes intelectuais brasileiros ainda vivo, o filósofo, psicanalista, educador, teólogo e escritor Rubem Alves. Recentemente a educação nacional que se arrastava na lama começou a engatinha (mas ainda na lama da ignorância das autoridades políticas) com o STF decidindo a favor da lei do piso salarial para professores e a implementação modernizada de arte e música e a retomada de disciplinas na área de humanas (Filosofia e Sociologia). A última notícia que me deixou mais satisfeito na área de educação veio de Rondônia (RO), a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil daquele mesmo estado teve a iniciativa de entregar às autoridades políticas uma proposta para ensino de noções básica de Direito nas escolas, essa nova disciplina caberia aos professores de filosofia ou sociologia e tratariam de informações sobre voto consciente e combate à corrupção, leis sobre meio ambiente, direitos do trabalhador, direitos humanos; direitos da mulher; exclusão social; racismo; tortura; homofobia; leis de transito (essa já deveria ter sido implantada se lembrar que esse é o país campeão mundial de morte no trânsito); direito da empregada doméstica; drogas; aborto; direitos matrimoniais e separação (será que começaram a se preocupar com a fragmentação familiar?); bullyng; DST (embora seja um tema importante, não sei se ele necessariamente se aplica aqui); Estatuto da Criança e do Adolescente entre outro.

1930. Esses foi o ano em que Filosofia e Sociologia foram "proibidas" de serem ensinadas na escola, o fim da consciência e do direito de pensar.

A iniciativa por enquanto esta restrita ao estado de Rondônia, mas a OAB já confirmou que espera levar a minuta do projeto para os demais estados, alguns estados já estão avaliando a proposta para ponderar sobre algumas divergências, pois como sabemos a Ordem pode entender de leis e legislação, mas nunca deve ter entrado numa sala de aula (pelo menos não recentemente).
Junto que essa publicação está anexando logo abaixo a proposta na integra oferecida pela OAB (vou destacar em negrito os pontos que acho conflitantes e que na minha opinião merecem uma revisão).

 

PROJETO DE LEI Nº. _________/GVJW-08.
“Dispõe sobre Noções Básicas de Direito nas Escolas no Estado de Rondônia e dá outras providências.”

O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA, usando da atribuição que lhe é conferida no texto constitucional estadual,

FAÇO SABER que a ASSEMBLEIA LEGISLATIVA aprovou e eu sanciono a seguinte LEI:

Art. 1º – Fica estabelecido que na execução do conteúdo programático do Ensino Fundamental e Médio nas instituições de ensino da rede pública estadual deverão ser desenvolvidas palestras de cidadania com o enfoque em Noções Básicas de Direito do Cidadão (ã) Brasileiro (a).

Art. 2º – As palestras de cidadania com enfoque em Noções Básicas de Direito do Cidadão (ã) Brasileiro (a) serão ministradas por advogados, com formação específica em Direito do  Cidadão, todos indicados pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB-RO) e Subseções.

Parágrafo Único – Os palestrantes indicados pela OAB Rondônia não receberão remuneração para ministrar tais palestras.

Art. 3º – As Instituições de Ensino da rede pública estadual farão constar em seu calendário anual letivo os dias das referidas palestras e enviarão convites antecipados à OAB-RO e Subseções para as devidas confirmações e agendamentos dos palestrantes.

Parágrafo Único – Para que não haja incompatibilidade de agenda na execução das palestras nas escolas estaduais, os diretores, coordenadores pedagógicos e professores de escolas elaborarão o Calendário de palestras.

Art. 4º – Os dias de realização das palestras sobre Noções Básicas de Direito do Cidadão (ã) Brasileiro (a) nas escolas da rede estadual de ensino, constante no calendário escolar, serão contados como dias letivos.

  Art. 5º – A disciplina de filosofia e sociologia poderá ser flexibilizada, a critério do professor, para a inclusão das palestras de Noções Básicas de Direito.

Art. 6.º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões, 03 de fevereiro de 2012.

J U S T I F I C A T I V A
Preparar a juventude para os desafios que o mundo moderno lhe reserva, incutindo nela noções de cidadania para a construção de uma vida melhor. Esse é o propósito: uma interação positiva entre OAB-RO e Executivo estadual na realização de palestras sobre cidadania, noções básicas de direito,  voto consciente e combate à corrupção, meio ambiente, direito dos trabalhadores, direitos humanos (direitos das mulheres, exclusão social, racismo, tortura, homofobia), acidente de trabalho, direito da empregada doméstica, estatuto da criança e do adolescente, drogas, aborto, separação, DST, bullyng nas escolas e outros temas relevantes para a sociedade.
A escola é como uma comunidade, com pessoas de todas as raças, credos e profissões. Saber respeitar e conviver bem com todos é uma arte. É dever perseguir o caminho do bem, acrescentando que, levando a sério os estudos, a juventude será capaz de construir uma sociedade melhor.
Noções básicas de direitos devem ser bandeira da Educação dos professores, principalmente para os alunos do Ensino Fundamental e Médio, estimulando a participação da juventude, melhorando muito a qualidade da Educação, formando cidadãos conscientes dos seus direitos e dos direitos dos outros.
Sala das Sessões, 03 de fevereiro de 2012.

HÉLIO VIEIRA DA COSTA
Presidente da OAB/RO

SOBE AS MINHAS LENTES:

Concordo com o projeto, contudo, os artigos 2º e 5º a meu ver poderiam ser modificados, seria melhor que fosse retomada a disciplina de Educação Moral e Cívica (EMC) ou Org. Social e Pol. do Brasil (OSPB), afinal na época do regime militar, (em época da obrigatoriedade de cantar o Hino Nacional na escola, quando Educação Moral e Cívica e Organização Social e Política Brasileira (OSPB) substituíam Filosofia e Sociologia nas aulas, num país ainda militarizado e governado com muita Rota nas ruas e repressão intelectual) repito, regime militar já existiam essas matérias. Sobre os professores de Filosofia e Sociologia abordarem o tema até concordo, uma vez que Política é uma área particular da filosofia, mas, como disse a principio, acredito que melhor seria destinar uma disciplina especifica, pois dividir o pouco tempo da filosofia e sociologia nas escolas seria um retrocesso no avanço conquistado por essas disciplinas, que até pouco tempo não faziam mais parte do currículo escolar. Por isso, deveria o estado fazer concurso para a área sendo um dos prerequisitos a graduação em Licenciatura em áreas pertinentes como Direito, Filosofia ou Sociologia.

Enfeitar a grade curricular das escolas de nada servirá se não houver quem as ensine, valorize o professor é valoriza o futuro de toda uma nação.

O Sentido da Vida – Bradley Trevor Greive

Uma obra de Bradley Trevor Greive (já li e recomendo).

 

  • Editora: Sextante
  • Autor: BRADLEY TREVOR GREIVE
  • ISBN: 8575422359
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2006
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 132
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Bolso
  • Código de Barras: 9788575422359

Qual o sentido da vida?

Ao longo da história grandes filósofos e pensadores quebraram a cabeça a procura de uma resposta.
Com divertidas imagens e com um texto afiadíssimo, Bradley Trevor Greive dá sua contribuição inteligente e bem-humorada a um dos maiores debates da humanidade.

SOBRE AS MINHAS LENTES:

Uma obra de arte  é minha opinião d’O Sentido da Vida, uma obra de Bradley Trevor Greive é um livro extraordinário, o autor teve muita criatividade no uso das imagens, esse é o tipo de livro que depois de ler você fica pensando sobre ele por horas e horas. A leitura do livro não leva mais do que uma hora e meia, mais é muito difícil resistir a instigante provocação de suas imagem e palavras, o que deixa a leitura mais lenta e prazerosa. O livro não é uma narrativa comum, não chega a ser um livro de autoajuda, mas uma máquina de interrogações. É o tipo de livro pra todas as horas, o qual também se pode indicar para qualquer tipo de pessoa. Li, lerei novamente e recomendo à todos. Boa leitura!

Traços, Palavras e Sabedoria.

Essa é minha 75ª postagem e com ela o status sobe para 3 estrelas no servidor do WordPress. Para comemorar vou dedicar essa postagem as pobres mentes que por sua arrogância e teimosia em não reconhecer o valor e a importância da Nona Arte.

Heróis, sejam eles fictícios ou não, o ser humano sempre precisará de um.

Dos quatro pilares nos quais se assenta a cultura humana (Arte, Mística, Filosofia e Ciência), a Arte é muito provavelmente a mais antiga a ser regularmente praticada pela humanidade. A constatação é verificada entre nas peculiares pinturas feitas pelos primatas ou pelos detalhes em objetos de cerâmica. A palavra arte é hoje é muito mal empregada, qualquer coisa vira “arte” se é citada num jornal ou comentada por alguma pessoa famosa, as Artes nos dias atuais são dividias em áreas assim: Música, Dança, Pintura, Escultura, Literatura, Teatro, Cinema, Fotografia e Arte Sequencial (ou também conhecida como quadrinhos, banda desenhada ou grafic novel). É importante lembrar que essa sequência NÃO está disposta em uma hierarquia, o Cinema por exemplo só foi inventado depois da Fotografia e é chamado como a Sétima Arte, mas sem nenhum peso de importância maior que as outras Artes.

Só a riqueza de detalhes e as cores já é digna de apreciação.

Ontem tive uma conversa com uma amiga da faculdade, do curso de Letras, apesar de ser uma ótima pessoa ela insiste em achar que desenhos, quadrinhos e qualquer coisa do gênero é coisa de criança e categorizar dizendo que “Não é leitura”. Minha cara amiga esse pensamento é muito atrasado, já foi se o tempo em que ao ver um adulto lendo um gibi era sinal de ignorância, infantilidade, retardo mental ou pouca inteligência. Qualquer um que ainda pense assim, é o verdadeiro atraso. Você nem vislumbra nos desenhos, o teor filosófico, psicológico e as informações cientificas dignas de uma especialização. E para mostrar um tostão do valor profundo e criativo dos quadrinhos, vou citar algumas das frases de quadrinhos (HQs e Mangás) e desenhos animados (ocidentais e orientais) que me chamaram (e ainda chamam) a atenção, e convido a qualquer um a acrescentar nos comentários qualquer frase não citada, que tenha sido marcante para si e que queira compartilhar.

Essa imagem por si só já é uma opção de "leitura".

“Só os fracos sucumbem a brutalidade.” – Super-homem em conversa com a Mulher-Maravilha, O Reino do Amanhã.

“Quer dores físicas ou psíquicas, o crime fere todos que toca, traz lesão e morte e no final destrói toda a esperança.” – Batman, em Batman – Guerra ao Crime.

Quis custodiet ipsos custodies.” Celebre citação latina que citada por Batman na Séria Liga da Justiça e na obra de Alan Moore, referente as precauções com as autoridades é posta em Watchmen como “Quem vigia os Vigilantes?” que é um tema na política (a frase original é de Juvenal o poeta).

“As maiores vitórias são as lições aprendidas no decorrer da jornada.” –  Thanos, o arquivilão da Marvel. Ao se justificar a Adam Warlock no final da Trilogia do Infinito sobre se havia valido a pena ter tido o poder supremo só pra depois deixar-se ser derrotado.

“Não existe coincidências, somente o inevitável.” – Mizuki, Sakura Card Captors

“Viver e superar os medos é uma tarefa muito árdua.” – Miroku, Inuyasha.

“Os túmulos ficam para o consolo dos corações dos que ainda vivem.” – Kaede, Inuyasha.

A fina arte de contar histórias com imagens.

“Você tem braços e pernas perfeitas….use-as!” – Edward Elric, personagem de Full Metal Alquimista que ao mexer com conhecimentos proibidos acaba perdendo um braço e uma perna, e passou a usa próteses.

“A vida é boa só pelo fato de existir.” – Digimon.

“Acho que vocês ainda não entenderam… Não sou eu que estou, preso aqui com vocês… São vocês que estão presos comigo… – Rorchack, Watchmen. Quando personagem (um vigilante) é preso e vai parar na cadeia onde muitos dos presos estão lá por sua causa.

“Com grandes poderes vem grandes responsabilidades.” – Ben Parker (o Tio Ben), Homem-Aranha. Essa é de longe uma das mais clássicas frases das histórias em quadrinhos!

“Senhores estamos sendo atacados; vamos tomar um chá.” – Aizen, Bleach.

“Se eu não empunhar a espada, não posso te proteger. Mas se eu empunhar a espada, não posso te abraçar.” – Kurosaki Ichigo, Bleach.

“Esse país está doente e não pode ser curado, pois não existe remédio para a ignorância. ” – Dalton, One Piece.

Um perfeita opção para apreciadores do gênero Romance Policial.

“Shaaaanks (choro de criança) seu braço.” “Um braço é um preço barato a se pagar , estou feliz que você esteja bem.” – Shanks, One Piece. Após salvar Luffy de ser devorado por um monstro do mar.

“Arriscar a vida e desperdiçá-la totalmente em vão, são coisas distintas.” – L, Death Note.

“Não importa o quanto tente, você sozinho não pode mudar o mundo. Mas este é o lado bonito do mundo.” – L, Death Note.

“Agora vocês já podem ir pra casa tomar café com leite.” – Vegeta, DBZ. Para Kulilin e Yancha ao chegar no campo de batalha.

Alan Moore e sua obra, um prato cheio para pensadores e ativistas.

“Se existe alguém que pode machucar você, existe alguém que pode curar suas feridas.” – Souma Hatori, Fruits Basket.

“Pessoas que desobedecem as regras são a escória, isso é verdade, mas as pessoas que abandonam os amigos são piores que a escória.” – Kakashi, Naruto.

“Se eu fosse a chuva poderia eu me conectar ao coração de alguém assim como ela pode unir os eternamente separados terra e céu?” – Bleach (me lembrei da frase mais não do personagem ^^).

“Numa luta, fraco não é aquele que não sabe lutar, mas aquele que não tem determinação.” – Kuchiki Rukia, Bleach.

“Mesmo que não possa mais confiar em ninguém, confie em si mesmo e exploda.” – Kuchiki Rukia, Bleach.

“O que é um coração? Se eu cortar esse peito, eu poderei ve-lo lá dentro? Se eu destruir essa face eu poderei ve-lo lá dentro?” – Ulquiorra, Bleach.

A força feminina, o alienígena e o humano.

“Eu existo para lutar apenas por mim mesmo, amar somente a mim mesmo e matar todos além de mim.” – Gaara, Naruto.

“Está sendo corrompido por esse sentimento! Por favor coronel… não vá para onde eu não possa segui-lo…!” – Riza Hawkey.

“Se eu não empunhar a espada, não posso te proteger. Mas se eu empunhar a espada, não posso te abraçar.” – Ichigo, Bleach.

“Não acha que ser verdadeiro consigo mesmo seria uma forma de demonstrar força?” – Tamaki Suou, Ouran.

“Sonhos, ilusões, são tudo o que eu tenho. Se eu viver sem eles, não terei nada.” – Keitarô Urashima, Love Hina.

“Falsas lágrimas machucam aos outros… Falsos sorrisos machucam a si mesmo.” – Code Geass.

“Quem vive um dia morre e quem morre um dia renasce.” – Kikyou, InuYasha.

“Não importa quão boa seja a arma, ela é inútil se a mão que a empunha é fraca.” – Mifune, Soul Eater.

Nova arte do Coruja, essa figura lhe parece familiar? ^^

“Ei, Hachi… mesmo que as pessoas continuem machucando umas às outras… amar um ao outro não é desperdício.” – Nana Osaki, Nana.

”Eu tenho três filhos e nenhum dinheiro,porquê não posso ter nenhum filho e três dinheiros?” – Homer Jey Simpson, Os Simpsons.

“Tô mais quebrado que arroz de terceira, mas ainda te arrebento!” – Yosuke Urameshi, Yu-Yu Hakusho (no meio de uma luta).

“Armas não matam pessoas. Pessoas é que matam pessoas.” – Batman, O Cavaleiro de Gotan. Batman conversava com um outro justiceiro sobre o fato de o porque o Morcego com tantos recursos não usava armas de fogo.

“Agora que eu penso nisso, desistimos de uma vida para salvar outra… Acho que aquela foi a nossa primeira derrota.” – Takashi Komuro, Hight-School Of The Death.

“Não importa se são criminosos uma vida é uma vida.” – L, Death Note.

“Uma pessoa com o dom de matar não é abençoada e sim amaldiçoada.” – L, Death Note.

“Os indivíduos só são heróis quando não podem agir de outra maneira.
“Os heróis são responsáveis por tudo.
“Os heróis são aqueles que tornam magnífica uma vida que já não podem suportar.
“Os heróis proíbem que os choremos; só os fracos reclamam lágrimas. ” – Juramento do Verdadeiro Herói, Marvel.

Um clássico da década de 90, exibido na falecida Rede Manchete.

“Que a carne queime, que as ruas fiquem vermelhas com sangue, e que o universo uive em desespero, pois eu retornei.” – Darksied, Liga da Justiça Sem Limites.

“Porque eu nunca desisto? E porque eu tenho morceguinhos no sótão! HAAHAHA…” – Coringa, Batman – Asilo do Coringa.

“HULK…ESMAGAAAAA!!!!!!!!!” – Hulk, O Incrível Hulk. Outra celebre e clássica citação dos quadrinhos. Claro princípios de primitivismo na personalidade do verdão.

“Ele não e um heroi, ele e só um vigilante que aguenta ser caçado, mas essa cidade, deve tudo a ele.” – Gordon, Detective Comics. O detetive se referia a Batman.

“Eu sou o melhor no que faço. Mas o que eu faço não é muito agradável.” – Wolverine, Wolverine Origem.

“Quando uma pessoa olha para outra e em seu olhar renega a existência da outra, seu olhar se torna mais frio e mais terrível que uma tempestade no mais duro inverno.” – Sarutoby – Terceiro Hokage, Naruto. O Hokage falava sobre como uma pessoa excluída da sociedade se sente ao ver o olhar no rosto das pessoas que não a respeitam.

“Só o Sombra sabe o mal que se esconde nos corações dos homens!” – Sombra, O Sombra.

“Mesmo que morra em um buraco, um homem deve morrer caindo para frente.” – Sakamoto Ryoma, Kyoujin no Hoshi.

“Não importa o que o mundo diz de mim, o que importa é que eu nunca fiz nada que contrariasse os meus princípios e nunca farei.” – Zoro, One Piece.

“Não se mostra gratidão morrendo.” -Monkey D. Ruffy, One Piece.

Outra série aclamada é a CDZ, sendo a melhor fase (na minha opinião) a Saga Hades.

“Se a amizade é verdadeira, ela dura para sempre, não importa quanto tempo passamos juntos!” – Mr.2 Bon Clay, One Piece.

“Isto é o tipo de coisa que não deveria ser interrompida! Propósitos herdados, sonhos de uma pessoa, mudanças de uma época. Enquanto o ser humano continuar a buscar significado para a sua liberdade, ele não poderá ser calado… Jamais!” – Gol D. Roger, One Piece.

“A verdadeira arte resiste às gerações…” – Sasori, Naturo. (Você ainda acha que uma frase dessa é feita para crianças?)

“Pessoas se tornam fortes porque existem memórias que elas não esquecem.” – Tsunade, Naruto.

“Entre os mais fortes existem os que nasceram com um dom, e aqueles que trabalharam duro… E eu sou um dos que trabalhou duro!” – Rock Lee, Naruto.

“Quando uma pessoa tem alguém a quem quer proteger, então se torna verdadeiramente forte…” – Haku, Naruto.

“Ter um sonho que se torna realidade, e estar feliz, são coisas diferentes.” – Oosaki Nana, Nana.

“A arte é a “beleza eterna” algo que dure para sempre se mantendo permanente, dessa forma se torna verdadeiramente bela apenas por meio do tempo” – Sasori, Naruto.

“Hakuna Matata!” – Timão e Pumba. (Hehehe não resisti ^^)

“Buwaahahahaha!!!” – Don, Bleach.

“Esse rancor será levado comigo para o inferno. Nós vingaremos os seu rancor. Quer saber como é a morte? Seu pedido será atendido.” – Jigoku no Shoujo, Hell Girl.

“Por puro capricho eu não te matei daquela vez e por puro capricho vou te matar agora…” – Sasuke Uchiha, Naruto. (Adimita, se não tivesse o nome do personagem e do anime você poderia jurar que é uma citação shakespeariana.)

“Se o mundo vira as costas para você, você vira as costas para o mundo.” – Timão, O Rei Leão.

“A luta acabou mas enquanto ele continuar vivendo ele terá que lutar, pois nunca irá abandonar a luta.” – Chupa-Cabra (também conhecido como Diabo, Trapizomba ou Jorge) no final de Yu-Yu Hakusho.

“As pessoas sempre tentam manter uma fachada em público, mas aqui jaz a mentira deles.[…] Todos tentam ignorar a minha existência […] mas no seu intimo, aqueles de consciência limpa torcem por mim.” – Yagami Raito, Death Note.

“A arte é um estouro! ” – Deidara (Naruto). (é mais engraçado quando você sabe que quem diz isso é uma maníaco que faz esculturas com argila que explodem.

“Transformar o simples em complicado é fácil, porém transformar o complicado em simples exige criatividade.” – Edward Elrik, Fullmetal Alchemist.

“Vocês só dão importância a si mesmos. Acham que podem adiar a morte. Vocês se iludem com essa frívola paz. Quando se mata alguém, você assina sua própria sentença de morte. O ódio é a corrente que liga vocês.” – Nagato/Pain, Naruto.

“Eu sou um homem-santo, o mais próximo de Deus. A única diferença ente eu e Deus é que Deus é misericordioso. A não ser que lhe poupando de todo os sofrimentos desse mundo não seja também um ato de misericórdia.” – Shaka de Virgem, Cavaleiros do Zodíaco. Shaka prestes a matar algumas pessoas.

“Humanidade não tema, com os Autobots não há problema.” – Bambo Bi, Tranformers.

“O povo da significado ao símbolo, em significado um símbolo não é nada.” – V, V de Vingança.

“A mente verdadeira pode lidar com a mentira e a ilusão sem se perder. O coração verdadeiro pode suportar o veneno do ódio sem sofrer danos.” – Tartaruga-Leão, Avatar – A lenda de Aang.

“Se o kriptoniano ou a amazona fizessem o seu jogo, eles teriam falhado. Porque não têm convicção para destruir o planeta inteiro para obter sucesso. Mas você? Um humano? Vocês matam a sua própria espécie para vencer batalhas. Uma qualidade louvável.” – Darkseid para Batman, em Superman & Batman – Apocalypse, quando o Morcego, com seu intelecto, consegue o que nem o Homem de Aço nem Dianna conseguiriam com superforça e superpoderes! – É inegável as possibilidades de debate e reflexão sobre essa frase, e ainda tem gente que diz que não se aprende nada no mundo dos desenhos. ¬¬’

Espero que tenham gostado, só me lembrei dessas. ^^

SUGESTÃO: Aqui fica um dica, relacionei áreas de estudo com uma opção de leitura de quadrinhos.

Química ou Física – Quarteto Fantástico.
Psicologia ou Letras – Watchmen.
Sociologia ou Filosofia – X-Men ou V de Vingança.

A Mensagem de Epicuro

Não é de hoje que grandes sucessos do cinema trazem atrelados a suas tramas uma certa dose de filosofia, eu já citei Matrix, V de Vingança e Gênio Indomável. Agora eu resolvi pegar um a produção da década de 80 que acredito, todos já devem ter assistido (inúmeras vezes). Ferris Bueller’s Day Off ou Curtindo a Vida Adoidado como foi traduzido no Brasil, é um filme americano que trás uma filosofia helenista em sua trama, mais precisamente podemos dizer que é uma Mensagem de Epicuro. Mas antes de irmos diretos ao assunto, vamos esmiuçar um pouco o filme (caso haja um pobre coitado que nunca tenha assistido a essa verdadeira obra de arte).

Sobre o Filme

Pôster de Curtindo a Vida Adoidado

Ferris Bueller’s Day Off foi lançado em 11 de junho de 1986 sobre a direção de  John Hughes, considerado “o mestre dos filmes adolescentes dos anos 80“. O filme conta a história de um jovem meio malandro que para aproveitar a um pouco mais a vida, finge estar doente para matar aula junto com sua namorada e o melhor amigo,é visto pela crítica moderna como um clássico e um paradigma do cinema da década de 1980, notável por ser uma obra cinematográfica que o espectador não se cansa de rever (eu mesmo já devo ter visto mais de 30 vezes, e agora que comprei o DVD vou ter o que assistir quando começar o BBB) – muito embora a maior parte das apreciações iniciais tenha sido negativa pois para as autoridades politicas-educacionais da época, ver um filme que fala de matar aula e “vadiar” ganhando fama e fazendo muito sucesso não é muito agradável.

Sempre que assisto me lembro dos tempos de escola, quando todos enfrentam aulas chatas e professores enfadonhos e das muitas vezes que pulava muros e janelas da escola para escapar das tediosas palestra sobre tabagismo ( eu nem nunca fumei! ^^), educação sexual (chegaram tarde, tudo tentaram me dizer eu já sabia desde os 9 anos rsrsrsrss) e segurança nas ruas ( ah tah, na época as carroças e bicicletas né?). Matar aulas (quando você nota que nem os “professores” sabe o que tão falando) pra tomar banho de lagoa, ir pescar com os amigos, pular cercas pra pegar pitomba, siriguela, manga e umbu, ou pra uma passadinha na casa da paquera (fazer o que era assim que o pessoal dizia, e cá entre nós, hoje chamam de cada coisa que não vou nem colocar aqui O.O) é mais do que recomendando.

Um rápido resumo (ALERTA DE SPOILER): Toda a história do filme passa-se na cidade de Chicago; era o dia 5 de junho de 1985. Ferris Bueller é um jovem aluno do último ano do colegial e pretende faltar a todas às aulas daquele dia. Assim, finge estar doente, enganando os pais, mas não a irmã Jeanie (Jean/Shauna), que se revolta com os sucessos dos planos do irmão.

Tão logo se vê sozinho em casa Ferris prepara seu quarto para simular sua presença, e convoca seu melhor amigo que é hipocondríaco, Cameron Frye, a pegá-lo em casa. Enquanto isto o diretor do colégio, Sr. Rooney, telefona para a Sra. Katie Bueller para comunicar a falta do filho. Ferris naquele ano, ao contrário de seu desejo de ganhar um carro, foi presenteado com um computador e, enquanto o diretor vê em seu monitor (ecrã) as nove faltas do aluno, Ferris invade o sistema do colégio e as reduz para somente duas. A mãe confirma, entretanto, que o jovem estava realmente doente e o diretor fica com cara de bunda (rsrsrsrs foi mau, não resisti ^^).

O quadro Tarde de Domingo na Ilha de Grande Jatte, de Seurat, obra que fascinou Cameron

Assim, depois de conseguir levar Sloane (a namorada de Ferris), os três partem para o centro de Chicago, onde começa a série de aventuras. Guardando a Ferrari numa garagem pública, não percebem que dois garagistas decidem aproveitar a oportunidade para dar um rolé pela cidade com o carro, o que se diga de passagem muitos manobrista fazem. Dali, começam as tramóias de Ferris, que incluem fazer-se passar pelo “Rei da Salsicha de Chicago” (um dos melhores momentos do filme) e assim obterem uma mesa no exclusivo restaurante “Chez Quis”, visita a museu (Art Institute of Chicago, onde Cameron parece se identificar com uma criança retratada por Georges-Pierre Seurat), ida ao Wrigley Field, estádio da equipe de beisebol Chicago Cubs, ao Sears Tower e até a participação numa parada alemã, em que Ferris faz toda a cidade dançar ao som de Twist and Shout dos Beatles.

Ferris cantando Twist and Shout na parada alemã.

Enquanto isto os alunos do colégio, acreditando que Ferris esteja verdadeiramente muito doente, iniciam uma campanha de arrecadação de fundos para comprarem-lhe um novo rim. Em várias partes da cidade, não apenas do colégio, a notícia da doença do jovem se espalha, bem como a campanha “Save Ferris” (“Salve Ferris”), que será lida em vários momentos do filme: numa imensa caixa d’água redonda, na porta do estádio de beisebol, no caderno de um aluno, etc.

Os três amigos encerram as brincadeiras e voltam à garagem, justo no momento em que o carro deles chega do passeio. A quilometragem, que imaginaram ser reduzida, estava três vezes maior que a originalmente marcada. Cameron fica em estado de choque e assim permanece por um bom tempo, sendo colocado pelo casal amigo numa cadeira junto à piscina de sua casa, enquanto os outros dois se banham, imaginando como farão para solucionar o problema.

Uma simples descrição do enredo não faz justiça a este filme, como nenhuma descrição sumária de enredo não faz justiça a uma boa comédia (…) não se esqueça de ficar até o final dos créditos.

Peter Reiher

A Mensagem:

O filme trata muito dos prazeres da vida, como a vida é curta, como os bons momentos cercados de amigos e amores devem ser valorizados e multiplicados. Epicuro de Samos (341 a.C., Samos — 271 ou 270 a.C., Atenas) foi um filósofo grego do período helenístico. Seu pensamento foi muito difundido e numerosos centros epicuristas se desenvolveram na Jônia, no Egito e, a partir do século I, em Roma, onde Lucrécio foi seu maior divulgador.

Um Guia Para A Felicidade.

O propósito da filosofia para Epicuro era atingir a felicidade, estado caracterizado pela aponia, a ausência de dor (física) e ataraxia ou imperturbabilidade da alma. Ele buscou na natureza as balizas para o seu pensamento: o homem, a exemplo dos animais, busca afastar-se da dor e aproximar-se do prazer. Estas referências seriam as melhores maneiras de medir o que é bom ou ruim. Utilizou-se da teoria atômica de Demócrito para justificar a constituição de tudo o que há. Das estrelas à alma, tudo é formado de átomos, sendo, porém de diferentes naturezas. Dizia que os átomos são de qualidades finitas, de quantidades infinitas e sujeitos a infinitas combinações. A morte física seria o fim do corpo (e do indivíduo), que era entendido como somatório de carne e alma, pela desintegração completa dos átomos que o constituem. Desta forma, os átomos, eternos e indestrutíveis, estariam livres para constituir outros corpos. Essa teoria, exaustivamente trabalhada, tinha a finalidade de explicar todos os fenômenos naturais conhecidos ou ainda não e principalmente extirpar os maiores medos humanos: o medo da morte e o medo dos deuses. Naqueles tempos, Epicuro percebeu que as pessoas eram muito supersticiosas e haviam se afastado da verdadeira função das religiões e dos deuses. Os deuses, segundo ele, viviam em perfeita harmonia, desfrutando da bem-aventurança (felicidade) divina. Não seria preocupação divina atormentar o homem de qualquer forma. Os deuses deveriam ser tomados como foram em tempos remotos, modelos de bem-aventurança que servem como modelo para os homens e não seres instáveis, com paixões humanas, que devem ser temidos.

Desta forma procurou tranquilizar as pessoas quanto aos tormentos futuros ou após a morte. Não há por que temer os deuses nem em vida e nem após a vida. E além disso, depois de mortos, como não estaremos mais de posse de nossos sentidos, será impossível sentir alguma coisa. Então, não haveria nada a temer com a morte. No entanto, a caminho da busca da felicidade, ainda estão as dores e os prazeres. Quanto às dores físicas, nem sempre seria possível evitá-las. Mas Epicuro faz questão de frisar que elas não são duradouras e podem ser suportadas com as lembranças de bons momentos que o indivíduo tenha vivido. Piores e mais difíceis de lidar são as dores que perturbam a alma. Essas podem continuar a doer mesmo muito tempo depois de terem sido despertadas pela primeira vez. Para essas, Epicuro recomenda a reflexão. As dores da alma estão frequentemente associadas às frustrações. Em geral, oriunda de um desejo não satisfeito.

Encontra-se aqui um dos pontos fundamentais para o entendimento dessa curiosa doutrina, que também foi tomada por seus seguidores e discípulos como um evangelho ou boa nova, o equacionamento entre dores e prazeres.

Das 300 obras escritas pelo filósofo, restaram apenas três cartas que versam sobre a natureza, sobre os meteoros e sobre a moral, e uma coleção de pensamentos, fragmentos de outras obras perdidas. Estas cartas, com os fragmentos, foram coligidos por Hermann Usener sob o título de Epicurea, em 1887, mas mais tarde descobriu ser de Leucipo para Hermann Diels. Por suas proposições filosóficas Epicuro é considerado um dos precursores do pensamento anarquista no período clássico.

PRAZER e DESEJOS: A doutrina de Epicuro entende que o sumo bem reside no prazer e, por isso, foi uma doutrina muitas vezes confundida com o hedonismo. O prazer de que fala Epicuro é o prazer do sábio, entendido como quietude da mente e o domínio sobre as emoções e, portanto, sobre si mesmo. É o prazer da justa-medida e não dos excessos. É a própria Natureza que nos informa que o prazer é um bem. Este prazer, no entanto, apenas satisfaz uma necessidade ou aquieta a dor. A Natureza conduz-nos a uma vida simples. O único prazer é o prazer do corpo e o que se chama de prazer do espírito é apenas lembrança dos prazeres do corpo. O mais alto prazer reside no que chamamos de saúde. Entre os prazeres, Epicuro elege a amizade. Por isso o convívio entre os estudiosos de sua doutrina era tão importante a ponto de viverem em uma comunidade, o “Jardim”. Ali, os amigos poderiam se dedicar à filosofia, cuja função principal é libertar o homem para uma vida melhor.

Epicuro classificou os desejos humanos dessa forma:

Desejos Naturais:

1. Necessários (para a felicidade eudaimonia, para a tranquilidade do corpo (segurança/proteccção), para a vida (nutrição e sono).
2. Simplesmente Naturais (variações de prazer, a busca do agradável)

Desejos Frívolos:

1. Artificiais ( riqueza, glória, poder e honra)
2. Irrealizáveis (imortalidade)

 

OBS: Vale apena resaltar que o próprio Epicuro pedi moderação nos atos pois o prazer em demasia se torna vicio e vicio não tras felicidade.

 

Under The Same Sun

Capa do Album

Under The Same Sun
Scorpions

I saw the morning
It was shattered by a gun
Heard a scream, saw him fall, no one cried
I saw a mother
She was praying for her son
Bring him back, let him live, don’t let him dieDo you ever ask yourself
Is there a Heaven in the sky
Why can’t we get it right

‘cause we all live under the same sun
We all walk under the same moon
Then why, why can’t we live as one

I saw the evening
Fading shadows one by one
We watch the lamb, lay down to the sacrifice
I saw the children
The children of the sun
How they wept, how they bled, how they died

Do you ever ask yourself
Is there a Heaven in the sky
Why can’t we stop the fight

‘cause we all live under the same sun
We all walk under the same moon
Then why, why can’t we live as one

Sometimes I think I’m going mad
We’re loosing all we had and no one seems to care
But in my heart it doesn’t change
We’ve got to rearrange and bring our world some love

And does it really matter
If there’s a heaven up above
We sure could use some love

‘Cause we all live under the same sky
We all look up at the same stars
Then why, why can’t we live as one?
‘Cause we all live under the same sun
We all walk under the same moon
We all live under the same sky
We all look up at the same stars
Then why, tell me why can’t we live as one?

TRADUÇÃO:
Sob o Mesmo Sol
Eu vi o amanhã
Ele foi destruído por uma arma
Ouvi um grito, o vi cair, ninguém chorou
Eu vi uma mãe
Ela estava rezando por seu filho
Traga-o de volta, deixe-o viver, não o deixe morrerVocê sempre se pergunta
Se existe um paraíso no céu
Por que não podemos alcançá-lo direito

Porque nós todos vivemos sob o mesmo sol
Nós todos caminhamos sob a mesma lua
Então por que, por que não podemos viver unidos

Eu vi o anoitecer
Desvanecendo as sombras uma a uma
Nós vimos o cordeiro, se curvar para o sacrifício
Eu vi as crianças
As crianças do sol
Como elas lamentam, como elas sangram, como elas morrem

Você sempre se pergunta
Se existe um paraíso no céu
Por que não podemos parar a luta

Porque nós todos vivemos sob o mesmo sol
Nós todos caminhamos sob a mesma lua
Então por que, por que não podemos viver unidos

Às vezes eu penso que estou ficando louco
Nós estamos perdendo tudo que temos e ninguém parece se importar
Mas no meu coração isso não muda
Nós precisamos nos recompor e trazer um pouco de amor ao nosso mundo

E tem realmente importância
Se existe um paraíso lá em cima
Nós certamente poderíamos ter um pouco de amor

Porque nós todos vivemos sob o mesmo céu
Nós todos olhamos as mesmas estrelas
Então por que, por que não podemos viver unidos
Porque nós todos vivemos sob o mesmo sol
Nós todos caminhamos sob a mesma lua
Porque vivemos sob o mesmo céu
Nós todos olhamos as mesmas estrelas
Então por que, diga me por que não podemos viver unidos

Dica de Mestre

Estou participando do SDH 2011, e uma das minhas maiores fontes de inspiração é a história da Filosofia, aqui vai uma dica para meus colegas de curso.

(da esquerda para a direita) Anonymous, Giordano Bruno, Spinosa, Jan Huss, Sócrates, Galileu, Grilo Falante, Hipátia, Assange.

Eu admiro aqueles que dizem o que pensam, como Imnuel Kant disse certa vez em uma de suas obras: “É dever do filósofo divulgar suas idéias.” e eu concordo, porém o ato de  não valorizar a própria vida em prol de seus pensamentos não é algo que eu particularmente esteja disposto a fazer. Parafraseando Napoleão Bonaparte: “Aquele que luta e foge, vivi para lutar mais um dia.” Então fica a dica: “Diga a verdade e saia CORRENDO!!!”.

Dia Mundial da Filosofia

Contexto

Dia Mundial da Filosofia no Brasil 2011

O Dia Mundial da Filosofia tem sido comemorado pela UNESCO desde 2002, quando a data foi criada com o intuito de promover a filosofia e disseminar sua validade como instrumento de compreensão do real.

No Brasil, a data vem ganhando crescente relevância, contando com importantes eventos de comemoração, como as três edições do Dia Mundial da Filosofia no Brasil, promovidos pela UFRJ, desde 2008, com a cooperação da Representação da Unesco no Brasil.

Este ano, em sua 4ª edição, o projeto ultrapassa os portões da Academia visando respirar diferentes ares e ocupar novos espaços culturais na cidade do Rio de Janeiro.

Agora liderado pelo Terceiro Gênero Filosofia, um coletivo de ação e pesquisa nascido no IFCS-UFRJ, o evento gratuito acontecerá no Teatro Glauce Rocha, sexta, às 17h, e faz parte da programação da ocupação JUNTO: Práticas de Proximidade, que ocupa o espaço cultural até dezembro. O tema central dos debates será “Usos e desusos da cidade”, abordando questões de representatividade, produção do comum e a articulação filosófica e política de manifestações atuais. Inscrições pelo email: diamundialdafilosofia@gmail.com.

Programação Sugerida: Selecionei alguns quadro e atrações da tv aberta para os leitores do blogue, as sugestões são bem variadas mas seguem o propósito da Academiae (filmes, artes, músicas, desenhos, livros, diversão). Todos os quadros e programas aqui sugeridos eu mesmo já assisti, apenas duas observações, note se seu estado está seguindo o horário de verão para você não perder nada. A Tv Cultura e a E Paraná compartilham a mesma frequência, para não haver problemas estou sugerindo apenas quadros e atrações sem choque de horário. Boa reflexão!

PROGAMAÇÃO

TV Escola – 17/11/11
13:30 – ESPECIAIS DIVERSOS – JOHAN DEGENAAR: UM FILÓSOFO DE CONTOS DE FADAS, 28:57s. Interpretação dos contos de fadas do ponto de vista da filosofia, discutindo as versões, as simbologias e os significados presentes nessas histórias.

17h00 – ARTE E MATEMÁTICA – O ARTISTA E O MATEMÁTICO, 25:52s. Mostra as relações entre essas duas áreas nos mais variados meios e expressões – enquanto a Matemática apresenta a face mais rígida e estruturada da criação artística, a Arte representa a face mais intuitiva e lúdica do pensamento matemático.

17h30 – ARTE E MATEMÁTICA – A ORDEM NO CAOS, 25:49s. Mostra as relações entre essas duas áreas nos mais variados meios e expressões – enquanto a Matemática apresenta a face mais rígida e estruturada da criação artística, a Arte representa a face mais intuitiva e lúdica do pensamento matemático.

19h00 – GESTÃO EDUCACIONAL PARA DIVERSIDADE GESTÃO EDUCACIONAL PARA A DIVERSIDADE EM DEBATE, 60:00. Discute propostas pedagógicas voltadas para a construção de uma escola que forme cidadãos conscientes do valor de seu pertencimento étnico-racial, em especial os descendentes de africanos, para que todos tenham, igualmente, seus direitos garantidos, sejam tratados com dignidade e tenham sua identidade reconhecida.

22h50 – ABC DA ASTRONOMIA – FASES DA LUA, 06:00. Trata dos principais conceitos de Astronomia. A cada episódio, o professor e astrônomo Walmir Cardos apresenta um tema. Animações, fotos espaciais e imagens de arquivo complementam a viagem espacial que, também traz como diferencial, o ponto de vista do hemisfério sul.

23h00 – ESPECIAIS DIVERSOS – ELES FILMARAM A GUERRA EM CORES: GUERRA DO PACÍFICO – 1ªPARTE, 43:50. Mostra em filmagens raras em cores as batalhas norte-americanas na 2ª Grande Guerra contra o Japão pela conquista das ilhas do Oceano Pacífico pelos EUA até chegada ao Oriente.

TV Escola – 18/11/11

11h15 – VIAJANDO AOS EXTREMOS – JAPÃO: HONSHU E HOKKAIDO, 23:31. O renomado fotógrafo norte-americano Art Wolfe mostra desertos, florestas, geleiras, montanhas e outros locais que não conhecem a presença humana.

12h00 – EVOLUÇÃO – POR QUE SEXO?, 55:39. A partir da teoria evolucionista de Darwin, explica as transformações ocorridas no homem e na natureza ao longo dos tempos.

13h00 – ECCE HOMOA ARTE, 51:54. Aborda o ser humano em suas múltiplas faces, circunstâncias e contextos, explorando temas como trabalho, família e educação.

19h00 – EDIÇÃO ESPECIAL: DESAFIOS DA GESTÃO ESCOLAR EDIÇÃO ESPECIAL: DESAFIOS DA GESTÃO ESCOLAR, 60:00. Debate as múltiplas dimensões e desafios da gestão escolar democrática e a importância do planejamento como ferramenta de apoio para que a escola articule três importantes elementos: a melhoria contínua dos processos de ensino e aprendizagem (atividades-fim); a eficiência na condução das questões administrativas e burocráticas (atividades-meio) e a participação efetiva da comunidade escolar (gestão democrática).

22h00 – FALANDO DE POESIAWILLIAM BLAKE, LEWIS CARROL, E. E. CUMMINGS, LORD TENNYSON), 23:48. ‘Explora a diversidade da poesia inglesa ao longo de cinco séculos. Cada episódio mostra o trabalho de um poeta lido por um outro poeta contemporâneo, que também comenta os pontos de interesse.

TV Brasil 17/11/11

16h00 – Sem Censura – Fausto Nilo e Armandinho lançam seus novos CD. Leda Nagle também conversa com a atriz Carolina Virguez e o escritor Carlos Eduardo Novaes.

20h30 – Revista do Cinema Brasileiro: Cinema e Arte – A diretora Bia Lessa fala sobre sua carreira no teatro e no cinema.

TV Brasil 18/11/11

17h30 – Chanchada – O programa Diverso de sexta-feira conta a história risonha da época da chanchada do cinema brasileiro. Gênero comum entre os anos 1930 e 1950,  se caracterizava pelas comédias musicais, misturadas com elementos de filmes policiais e de ficção científica. Período em que nomes como Oscarito e Grande Otelo dominaram a participação nas telonas nacionais.

19h30 – Os vinhos argentinos e uma aula de tango inclusiva – E uma entrevista com Paula Werneck, Adilson Xavier e Thalita Rebouças

Zé Luiz Pacheco visita uma vinícola na ArgentinaZé Luiz Pacheco visita uma vinícola na Argentina. No Programa Especial de sexta (18), às 19h30, a continuação da série de reportagens que Zé Luiz Pacheco fez na Argentina. Dessa vez, ele revela os sabores dos vinhos argentinos em uma visita à vinícola Septima, em Mendoza. Também no país portenho, uma aula de tango com pessoas com deficiência intelectual.

20h00 Almanaque Brasil – Em se plantando, tudo dá – Os poderes das plantas brasileiras e um papo gostoso com o xilogravurista J Borges.

O xilogravurista e cordelista J BorgesO xilogravurista e cordelista J Borges. No Almanaque Brasil de sexta, (18), às 20h, fértil em assuntos da cultura, o romantismo dos cantos de Odair José e a delicadeza da poesia de Cecília Meireles. No comando, Luciana Mello e Robson Nunes.

22h30 – Programa de Cinema – A Hora da Estrela – Filme retrata a tragédia social de uma retirante nordestina protagonizado por Marcélia Cartaxo

A Hora da Estrela - Programa de Cinema

A Hora da Estrela, de Suzana Amaral

A Hora da Estrela, baseado no romance homônimo de Clarice Lispector, é a atração de sábado (5), às 22h30. Primeiro longa de Suzana Amaral, narra a tragédia social do retirante nordestino a partir do percurso de Macabéa, uma imigrante alagoana que abandona o Nordeste para viver na metrópole.

TV Cultura/E Paraná – 17/11/11

O Pequeno Narigudo

O Pequeno Narigudo – Uma bruxa malvada procura um menino de coração puro como ingrediente final de seus planos sombrios. Então, ela encontra Jacob, o pobre filho do sapateiro da cidade, e aprisiona o rapaz em seu castelo. Quando o garoto se recusa a cooperar com a bruxa, ela lança uma magia e o transforma em um anão corcunda. Retornando à cidade, Jacob é alvo de piadas e brincadeiras de mau gosto e nem a sua mãe o reconhece. No entanto, ele conhece a princesa Greta e juntos eles irão lutar contra os planos e feitiços da bruxa.
Gênero: Infantil / Animação
Título original: Karlik Nos
Diretor: Ilya Maximov
Ano: 2003
País de origem: Rússia
Duração: 83 min.
Colorido
Classificação indicativa: Livre

Índia - Gavial / Tigre-de-Bengala

Índia – Gavial / Tigre-de-Bengala – Steve Backshall continua sua odisséia em Portugal, desta vez em busca de duas grandes e ameaçadas de extinção para adicionar à sua lista dos 60 Encontros Mortais.

19:15 – Pé na Rua

Vampiro ou Lobisomem?

Vampiro ou Lobisomem? A dica de hoje é o livro Drácula, de Bram Stoker.

Rehab - Amy Winehouse

Rehab – Amy Winehouse – A letra dessa música é autobiográfica e foi o maior sucesso da cantora. Você sabe o que ela diz?

19:55 – Cultura Livre – Danilo Moraes

Danilo Moraes

Roberta Martinelli recebe no estúdio o músico Danilo Moraes no Cultura Livre.

20:10 – Metrópolis

Metrópolis

O Metrópolis, programa de arte e cultura, é exibido de segunda a sexta-feira ao vivo com entrevistas conduzidas pelo diretor e apresentador Cadão Volpato, que conta ainda com a participação da repórter Adriana Couto e Andresa Boni. Aos sábados, o programa traz ainda uma compilação com o melhor da semana.

20:40 – Cultura Retrô

Destaques do programa de hoje:

Destaques do programa de hoje: – Consciência Negra – Emanoel Araújo – Programa Concerto – Maestro João Carlos Martins.

23:00 – Sangue Latino – Ángeles Mastretta

Ángeles Mastretta

Eric Nepomuceno conversa com a escritora mexicana Ángeles Mastretta. Conhecida pelo trabalho na literatura voltada ao público feminino, ela fala sobre sonhos e questiona o lugar da mulher de meia-idade na América Latina.

Profissão Perigo: A História dos Bandeirantes que Abriram o Brasil

Profissão Perigo: A História dos Bandeirantes que Abriram o Brasil. O documentário conta a história dos bandeirantes através dos depoimentos de estudantes, índios e historiadores. Programa produzido para homenagear os 500 anos do descobrimento do Brasil.
Gênero: Documentário
Título original: Profissão Perigo: a história dos Bandeirantes que abriram o Brasil
Diretor: Grima Grimaldi
Ano: 2000
País de origem: Brasil
Duração: 56 min.
Colorido
Classificação indicativa: 10 anos

00:30 – Roda Viva – Eliana Calmon

Eliana Calmon

A corregedora nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, ocupará o centro do Roda Viva. Durante a entrevista, conduzida pelo apresentador Mario Sergio Conti, a jurista deve falar, entre outros temas, sobre a corrupção no Judiciário e a crise instalada no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A bancada de entrevistadores será formada por Frederico Vasconcelos (repórter especial do jornal Folha de S. Paulo e editor do blog do Fred, na Folha.com e no UOL), Felipe Recondo (repórter do jornal O Estado de S. Paulo, especializado na cobertura do Judiciário), Germano Oliveira (chefe de redação da sucursal do jornal O Globo em São Paulo), Mário Simas Filho (diretor de redação da revista Istoé), Marina Amaral (jornalista e diretora da Pública – Agência de Jornalismo Investigativo) e Sérgio Renault (advogado, ex-secretário da reforma do Judiciário). O programa também conta com a participação do cartunista Paulo Caruso, com suas célebres charges.

TV Cultura/E Paraná – 18/11/11

14:00 –Doug

Doug na Moda / Correio Mania

Doug na Moda. Doug quer estar mais na moda, até que seus amigos o acusam de se vestir como o mais novo conquistador adolescente. Cansado de ser acusado de copiar o estilo de outros, Doug decide ir às compras para mudar o visual.

As Bicicletas de Belleville

As Bicicletas de Belleville. Madame Souza é uma velhinha portuguesa que dedica a vida a cuidar do neto, um garoto rechonchudo e melancólico. Para preencher o vazio na vida do menino, ela compra um cachorro. O animal, porém, é logo trocado por uma nova paixão: bicicletas. Apoiado pela avó, o rapaz cresce apaixonado pelo ciclismo. Mas ele desaparece durante uma competição e, assim, Madame Souza e o cão iniciam uma busca para encontrar o garoto. É quando chegam a uma megalópole localizada além do oceano chamada Belleville.
Gênero: Infanto-Juvenil
Título Original: Les Triplettes de Belleville
Diretor: Sylvain Chomet
Ano: 2003
País de Origem: França/Bélgica/Canadá/Reino Unido
Duração: 72 minutos
Colorido
Classificação indicativa: 10 anos

Bornéu - Morcegos de Lábios Enrugados / Centopéia Domestica

Bornéu – Morcegos de Lábios Enrugados / Centopéia Domestica. Em Bornéu na Malásia, Steve encontra milhares de baratas e um dos mais assustadores insetos rastejadores que ganham um lugar na sua lista, a centopéia domestica.

19:15 – Pé na Rua

Eu vivo no mundo da lua

Eu vivo no mundo da lua. A dica de hoje são os filmes do Frederico Fellini.

19:55 – Cultura Livre

Marginals

Marginals. Roberta Martinelli recebe no estúdio o grupo Marginals no Cultura Livre.

20:40 – Radiola

Vespas e Camelo

Vespas e Camelo. O quadro Ao Vivo do Radiola traz Bruna Caram e o Meretrio. A Trama Virtual conta com a participação da banda Vespas Mandarinas (foto). O grupo aborda a sua trajetória e revela detalhes dos novos projetos. O Matéria mostra a cena do forró na Europa em uma conversa descontraída com o compositor Miltinho Edilberto. O músico destaca o trabalho desenvolvido com o ritmo nordestino e as suas parcerias com Mariana Aydar e Duani Martins.

Dias Selvagens

Dias Selvagens. Em 1960, Yuddy é um belo jovem que acaba de descobrir que a mulher que o criou, uma prostituta bêbada, não é sua verdadeira mãe biológica. E ela se recusa a dizer a ele o nome de sua mãe. A revelação desencadeia em Yuddy uma série de perturbações mentais. Ao mesmo tempo, duas mulheres se apaixonam por ele, e Yuddy é incapaz de decidir com qual deve ficar.
Gênero: Drama
Título Original: A Fei Zheng Chuan
Direção: Wong Kar-Wai
Ano: 1990
País de Origem: Hong Kong
Duração: 92 min.
Colorido
Elenco: Leslie Cheung, Maggie Cheung, Andy Lau, Carina Lau, Rebecca Pan
Classificação indicativa: 14 Anos
Prêmios: 1991 – Hong Kong Film Awards – Melhor ator (Leslie Cheung), melhor direção de arte (William Chang), melhor fotografia (Christopher Doyle), melhor direção (Wong Kar-Wai) e melhor filme
1997 – Golden Bauhinia Awards – Prêmio Especial – Melhor filme de Hong Kong dos últimos 10 anos.

Os Cadernos Secretos de Nuremberg

Os Cadernos Secretos de Nuremberg (Inédito!).  Uma visão original do julgamento de Nuremberg, segundo os diários de Leon Goldensohn, o psiquiatra americano dos principais assassinos nazistas antes de sua execução. Conhecemos as imagens dos interrogatórios dos julgamentos de Nuremberg. Leon Goldensohn, um psiquiatra judeu americano, de 34 anos, passou seis meses visitando todos os dias os quatro prisioneiros de guerra principais antes de sua execução, Ele anotou escrupulosamente o que ouviu em pequenos cadernos.

00:45 – DOCTV

Bala Perdida

Bala Perdida – Esta história é muito pessoal, bem como a identidade de um povo. Em 29 de janeiro de 1982, quando eu tinha um ano e oito meses, meu irmão Osvaldo morreu cumprindo o serviço militar. O veredicto dos peritos militares: “acidente por bala perdida”. Desde então, a minha família tomou a decisão de marginalizar sua memória, esquecendo-a por necessidade, por auto-proteção e obrigação, entre outras razões. Minha memória não armazena nenhuma imagem dele, porém eu não havia esquecido.
Gênero: Documentário
Título Original: Bala Perdida
Diretor: Mauricio Durán Blacut
Ano: 2010
País de Origem: Bolívia
Duração: 52 min.
Colorido
Classificação indicativa: livre

TV Senado 17/11/11

13h:00     Cidadania Entrevista     A senadora Ana Rita (PT-ES), fala sobre os 10 anos das cotas
13h:30     Argumento     O projeto que prevê atendimento aos alunos que precisem de educação especiaL, sem limite de idade, já foi aprovado pelo Senado e está na Câmara. O autor da matéria, senador Cyro Miranda (PSDB-GO) dá os detalhes sobre o assunto
13h:50     Senado Agora     Jornalismo ao vivo
20h:00    Argumento     O senador Lobão Filho (PMDB-AM) fala sobre a reforma tributária
20h:15     Ecosenado     Espécies Ameaçadas
20h:35     Cidadania Entrevista     O professor da Universidade de São Paulo (USP), Leandro Piquet Carneiro, fala sobre a segurança pública no Brasil
21h:00     Jornal do Senado     Jornalismo ao vivo

 

Caros amigos e leitores, favor deixar comentarios, critica e sugetsões. Isso motiva à fazer novas e melhores postagens. Abraço!

Enem 2011 – Sobe as Minhas Lentes

Francamente, as autoridades falam de tomar uma resposta justa a respeito do Enem2011 mas ainda tratam da questão como algo provinciano. O Enem foi uma grande ideia (e rara) e um bom avanço (talvez o único) nas políticas educacionais no país nos últimos anos. Mas a falta de rigor e segurança da prova está fazendo isso tudo cair por terra. Em 2010 problemas, 2011 mais problemas, alguns fala de anulação nacional, outros em anulação seletiva (só pro alunos do colégio onde a polêmica começou), alguns mais parciais pedem apenas a invalidação das questões vazadas (supondo que foram só aquelas). No meio disso tudo estão alunos que não sabem mais o que achar do exame (esse ano foram 30% de ausentes), há ainda pessoas que culpam os nordestinos nas redes sociais pela falha do MEC (será que esse “inocentes” do sul se esqueceram que ano passado as falhas foram no quintal deles?), e o Enem, cada vez mais desacreditado, falho e sem credibilidades pelos brasileiros (só os brasileiros?). Há também alguns especialista que culpam o Inep pela “reciclagem” de questões, ex: a questão dos caras-pintadas e Collor (se não me engano uma questão muito parecida (se não for a mesma) caiu no Enem 2009).

Chá de cadeira e pestana queimada é a única coisa no cardápio

Eu fiz o Enem esse ano, passei pelo teste de resistência (sim porque pra passar pela prova é no mínimo um teste para a coluna, a vista e o pescoço!), eu já faço faculdade (Filosofia e com muito orgulho) não estou interessado em nenhum programa do governo no momento, mas me coloco no lugar de quem fez a prova e fica sem saber o que vai realmente acontecer com essa prova. Por mais que ninguém goste, a decisão mais cabível vai ser a anulação da prova, afinal se a filosofia do exame é garantir igualdade e imparcialidade não há como fazer isso nas circunstancias atuais.

ENEFIL 2012

Filosofia, Homem e Natureza

ENEFIL (Encontro Nacional dos Estudantes de Filosofia) em sua 28ª edição será realizado entre os dias 15 – 21 de janeiro de 2012 na capital maranhense, a ilha de São Luís. No ano em que os ludovicenses comemorarão os 400 anos de fundação da sua cidade. Os estudantes de filosofia do Maranhão convidam todos os pensadores do Brasil a participarem – com seus trabalhos e pesquisas – desta importante semana de debates. O ENEFIL ILHA 2012 terá como tema “Filosofia: Homem e Natureza” abordagem essa, que abre um infinidade de possibilidades a serem apresentadas como objetos de estudo e análise, o que permite que as discussões se dêem de forma mais livre e criativa por parte dos encontristas.

Fiquem atentos aos links do nosso site em inscrições e envios de trabalho, aguardem em breve nossa carta convocatória, o cartaz finalizado do evento e também informações sobre alojamento e culturais, que ainda estão sendo estudados pelas comissões responsáveis por isto. Visite-nos nas nossas redes sociais e se mantenha informado sobre nossas novidades.

Atenciosamente.

Comissão Organizadora e mais informações nos links abaixo.

http://enefil2012.com/

http://www.facebook.com/profile.php?id=100002499263489

http://www.cn-abef.blogspot.com/

http://www.facebook.com/profile.php?id=100001361211643

 

Navegação de Posts